ENTONCES BAILEMOS

fotinhoENTONCES BAILEMOS, um espetáculo do dramaturgo e diretor teatral argentino Martín Flores Cárdenas, estreia no Rio com direção do próprio autor, que veio ao Brasil especialmente para esta montagem. No elenco estão Elisa Pinheiro, Gustavo Falcão, Leonardo Netto, Marina Vianna e o músico Ricco Vianna. A peça fala sobre as relações humanas de amor e sexo, e de como ambos deflagram uma ligação estreita entre a dor, o desejo e a agressividade. As histórias contadas pelos personagens sobre diferentes formas de amar e se relacionar, são relatos logo reconhecidos pelo público, que poderá se identificar com muitas delas.

EMILINHA

18922475_116403168953007_5524739742736962336_oINDICADA AO PRÊMIO CESGRANRIO DE MELHOR ATRIZ EM MUSICAL.

 

Vivendo a lendária Emilinha Borba pela segunda vez, Stella Maria Rodrigues veste em cena as roupas originais da diva, cedidas pelo seu fã-clube para o espetáculo. O texto é de Thereza Falcão, e a direção de Sueli Guerra. Neste musical, Stella revive episódios emblemáticos da história de Emilinha e apresenta um vasto repertório de grandes clássicos da MPB, boleros românticos e inesquecíveis marchinhas de carnaval. Grandes sucessos como CHIQUITA BACANA, ESCANDALOSA, ASA BRANCA, QUEM PARTE LEVA SAUDADE, SE QUERES SABER, MULATA YÊ YÊ YÊ, VAI COM JEITO, TOMARA QUE CHOVA, BANDEIRA BRANCA, entre outros.

A Alma Imoral – 10 ANOS

 

alma_web_em_baixa

No ano em que comemora dez anos consecutivos em cartaz, Clarice Niskier segue com “A Alma Imoral” em São Paulo, no Teatro Eva Herz, Livraria Cultura. O texto da peça é uma adaptação de Clarice Niskier para o teatro, a partir do livro homônimo do rabino Nilton Bonder. A supervisão da montagem é de Amir Haddad. A peça estreou em meados de 2006 no Rio de Janeiro numa pequena sala de 50 lugares e de lá seguiu para um teatro de 400 lugares, onde chegou a ficar em cartaz de terça a domingo. E dali ganhou o Brasil, em teatros de Norte a Sul do país.